Free eBook for all Charter signatories

Statut Wolnego Świata

"Uczyńmy wszystko darmowym i wolnym"

Wyświetlono 1,918 podpisów z Brazil

  [Pokaż wszystkie państwa]

Gisele Borges Gi Podpisano: 01:16, 30/08/2017
Elias Roberto Nonemacher Scarello Elias ScarelloPodpisano: 01:14, 30/08/2017
"Otima iniciativa , somos todos filhos da mae terra e todos pertencemos a ela. Somente assim viveremos a VIDA."
DEBORA MAFRAPodpisano: 02:22, 29/08/2017
Ranier LucasPodpisano: 01:32, 29/08/2017
Leandro almeidaPodpisano: 00:32, 29/08/2017
hebert damascenoPodpisano: 20:21, 28/08/2017
Ricardo AmparoPodpisano: 16:46, 28/08/2017
"Projeto Venus foi fundado na ideia de que a pobreza é causada pela sufocação do progresso da tecnologia, causada pelo sistema econômico mundial baseado no lucro e as instituições conservadoras que nele se apoiam. Se o progresso da tecnologia fosse exercido independente da necessidade de lucro, poderiam ser postas em prática maneiras de multiplicar e aproveitar melhor os recursos naturais da terra, criando assim uma Economia Baseada em Recursos, que eliminaria a escassez e permitiria que ninguém sofresse de privações. Esta abundância reduziria a tendência humana à dependência, corrupção e à ganância. Sem privações e sem a alienação do próprio potencial de criação perante a necessidade de lucro, as pessoas seriam livres para criar e desenvolver seus projetos pessoais, ajudando, assim, no desenvolvimento de toda a comunidade. Fundamental para o projeto, é a eliminação do atual sistema monetário e sua substituição por uma Economia Baseada em Recursos."
Wagner Giusti WagnerPodpisano: 16:10, 28/08/2017
"Apoio a Carta do Mundo Livre e os princípios que a norteiam."
hedemilton dos passos junior HedPodpisano: 04:13, 28/08/2017
Welison Xavier RamosPodpisano: 04:10, 28/08/2017
Eloisa Helena Reis de Souza EloisaPodpisano: 02:32, 28/08/2017
Neto Lopes Neto LopesPodpisano: 01:48, 28/08/2017
"O mundo livre não é um mundo sem dinheiro, mas um mundo em que TODOS tenham acesso ao dinheiro de modo condizente com seu trabalho e inseridos numa proporcionalidade em escala global, ou seja, que garanta o mínimo de sustento digno (abrigo, comida e acesso às múltiplas e salutares conveniências tecnológicas), além de permitir o constante desenvolvimento educacional análogo a todas as nações. Só assim a humanidade atingirá níveis expecionais de racionalidade e consciência LIVRE para ser capaz de agir em conjunto na preservação do planeta. Arrochos e gratuismos apenas reforçariam métodos de controle de massificação dos mais pobres, corrupções intelectuais aos mais ignorantes e absurdas políticas populistas sem lastreamentos factíveis, os quais só serviriam para manter ou até piorar a situação do planeta em benefício dos exploradores mais poderosos e inescrupulosos! Então discordo dos itens 5, 6 e 8."
Anne Karollayne Gomes de Lima LinnePodpisano: 00:09, 28/08/2017
Maria Inês de Teves MariaPodpisano: 17:52, 27/08/2017
Mônica Kuhlmann MônicaPodpisano: 14:20, 27/08/2017
Matheus Aleksandr Val MatheusPodpisano: 12:18, 27/08/2017
Michel Minato Michel Minato Podpisano: 03:48, 27/08/2017
"Iniciativa incrivel e com todo meu aval e contribuição. "
Lucas André dos Santos LucasPodpisano: 03:14, 27/08/2017
Alexandra marques alePodpisano: 22:13, 26/08/2017
Wagner da Costa NogueiraPodpisano: 15:39, 26/08/2017
Cristian Matheus da Silva Soares CrisPodpisano: 13:47, 26/08/2017
Onbaatsugtige Virtuele Altruista VirtualPodpisano: 05:31, 25/08/2017
"Gratidão! Em Deus. Em Paz."
Valter CamposPodpisano: 23:06, 24/08/2017
Molin NakissaPodpisano: 17:47, 24/08/2017
Renato MoraesPodpisano: 13:59, 24/08/2017
Danielle Lopes Oliveira DaniPodpisano: 03:54, 24/08/2017
"Aprender e ensinar um pouco a cada encontro que a vida me permitir."
Marcia RejanePodpisano: 01:49, 24/08/2017
Thiago Tenório Cavalcante Maciel da Silva TenórioPodpisano: 21:20, 23/08/2017
"Pela descolonização do pensamento, ali, onde toda coisa é humana e o humano é toda uma outra coisa."
Margareth McQuadePodpisano: 18:00, 23/08/2017
André HeitorPodpisano: 08:21, 23/08/2017
Franciele Rayane Rodrigues FlorestelarPodpisano: 17:26, 22/08/2017
Erom Freitas EromPodpisano: 15:58, 22/08/2017
edgar matheusPodpisano: 03:24, 22/08/2017
Claudio ClaudinhoPodpisano: 02:52, 22/08/2017
"Temos que cuidar da nossa única casa que se chama terra. "
Rafael Acorsi Soares Podpisano: 01:32, 22/08/2017
Yeda SchendroskiPodpisano: 20:19, 21/08/2017
Iolanda StypulkowskiPodpisano: 19:52, 21/08/2017
Barbara BabiPodpisano: 17:38, 21/08/2017
Alexsandro Augusto de OliveiraPodpisano: 03:45, 21/08/2017
"Somos peças de um quebra cabeça magnífico chamado natureza. Porém com peças faltando, seremos apenas papel pintado espalhado no chão e não mais uma obra de arte a ser admirada. "
Luciana Marinho dos Santos LuPodpisano: 02:55, 21/08/2017
Waldir Felippe dicoPodpisano: 02:09, 21/08/2017
Channtropyque P.Salgado ChannPodpisano: 01:59, 21/08/2017
Sandra Santos DrãoPodpisano: 00:02, 21/08/2017
"Apoio e parabenizo pelo belo e impactante documentário, brilhante!"
Elton Santana Venancio EltonPodpisano: 23:30, 20/08/2017
Lilian Rosália NascimentoPodpisano: 23:09, 20/08/2017
"Toda forma de vida deve ser respeitada e preservada! Vamos nos unir e salvar o que ainda resta!"
Cláudia venturin CacauPodpisano: 21:36, 20/08/2017
Duarte OliveiraPodpisano: 20:09, 20/08/2017
Maria Aparecida FonsecaPodpisano: 19:53, 20/08/2017
ROBERSON DA ROCHA SANTOS CAVALCANTEPodpisano: 19:46, 20/08/2017

* Należy pamiętać, że komentarze osób podpisujących się nie są moderowane i nie muszą odzwierciedlać poglądów tej inicjatywy

Podpisz Statut

Some translation is missing or incomplete in this language. Can you help us? Complete this translation.


Statut Wolnego Świata 2020. Używaj dowolnie treści z tej strony.. Kontakt